17 de dez de 2010

Arsenal vs Barcelona: Inesquecível

Pra mim um dos maiores jogos de 2010, Arsenal e Barcelona se enfrentaram no Emirates Stadium no dia 31 de março, jogo válido pelas quartas de final da UEFA Champions League. 
A partida estava marcada como o duelo do futebol bonito, já que as duas equipes tinham (e ainda tem) como sua característica o belo futebol. Mas nos primeiros 25 minutos de partida vimos um massacre do Barcelona e por sorte não levamos o gol. Só aos 25, o Arsenal conseguiu levar perigo ao gol catalão com Nasri, mas o fantasma voltou a assombrar o Arsenal; Arshavin e Gallas saíram machucados ainda na primeira etapa e deram lugar á Eboué e Denilson. Mas o 1° tempo terminou sem gols.
Na segunda etapa, bastaram 20 segundos para tudo mudar, falha da marcação e Ibrahimovic de cobertura abre o placar no Emirates para o Barcelona. Aos 14, nova falha e novamente o sueco na cara faz o gol catalão, parecia que o Arsenal seria atropelado em casa. Mas aos 21, Wenger resolve arriscar tudo, tira Sagna e coloca Walcott. 3 minutos depois, o resultado da mudança, Busquets resolve fazer graça e perde a bola, o Arsenal impõe seu toque de bola, Bendtner toca para Walcott que ganha na corrida de Maxwell e chuta Valdés toca na bola, mas não evita a alegria de 58 mil Gunners, o Arsenal estava vivo. A atmosfera do Emirates muda, a torcida passa a empurrar o time e aos 38 Bendtner ajeita de cabeça para Fàbregas que na hora do chute é travado com falta por Puyol, pênalti e cartão vermelho para o capitão do Barça. 
O próprio Fàbregas bateu e empatou o jogo, porém Fàbregas se machucou quando cobrou o pênalti e teve que fazer número em campo, já que o Arsenal já havia feito ás 3 substituições.
Outro destaque foi a volta de Henry ao Emirates, ele foi ovacionado pela torcida.
Assim o jogo terminou. Na volta o Arsenal seria eliminado com um 4 a 1, mas o time jogou todo desfalcado. E em 2011, a história será diferente ?


2 comentários:

  1. Eu me lembro muito bem desse jogaço. Quando o Barcelona fez 2 a 0 meu pai começo a xingar o Arsenal q nem um louco. Enquanto ele tava reclamando eu tava acreditando no empate. Quando o Wenger colocou o Walcott eu disse pra ele: Agora sim o Arsenal vai acordar. E acordou mesmo, 3 minutos dpois da entrada dele, ele fez o gol. Qndo o Fabregas empatou eu estava confiante em uma classificação no Camp Nou, mas ñ aconteceu. Mas desta vez, a história será diferente. Como vc mesmo diz: VAMOS SER CAMPEÕES!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Eu me lembro, que quando o Barça fez 2 a 0, falavam que iria ser 4 ou 5, mas eu falei "O Arsenal ainda vai reagir" e reagiu Walcott diminuiu. E quando empatou com o Cesc eu gritei e 3 dias ainda tinha uma emoção, uma vitória sobre o Wolves aos 49 do segundo tempo com um gol do Bendtner.

    ResponderExcluir