12 de jul de 2015

Volante: Posição que PRECISA ser reforçada

Na última janela de verão, Wenger teve a brilhante idéia de não contratar um volante e manter Flamini e Arteta como os 1º volantes do elenco. Saldo disso + a falta de zagueiros reservas nos custaram muito pontos, pois Arteta não conseguia jogar duas seguidas sem se machucar, fora que quando ele jogava não conseguia ser omesmo da temporada 2012-13 e Flamini também não dava conta do recado, o time acabou perdendo pontos bobos para Leicester, Tottenham, Hull, Swansea, Liverpool e United. Chegamos no boxing day com 27 pontos em 6º lugar e a defesa tinha sofrido 21 gols em 17 jogos, media de mais de 1 gol por jogo. 
Wenger então resolveu buscar uma solução caseira que ninguém acreditava. Francis Coquelin estava a ponto de ser dispensado do Arsenal, após nunca ter se firmado, o volante acabou emprestado ao Freiburg da Alemanha, onde acabou sendo um fracasso. Wenger tinha emprestado-o ao Charlton da Championship. Com Arteta lesionado e Flamini mal, Wenger o chamou do empréstimo e já escalou contra o QPR, Coquelin não saiu mais do time titular. Fazendo grandes jogos, rapidamente virou o rei do desarme na PL, nossa defesa mudou da água pro vinho e passou a levar menos gols e conseguimos uma grande arrancada no segundo turno, chegando até a vice-liderança na PL. Com ele em campo, levamos 15 gols em 21 jogos e somamos mais 47 pontos terminando a PL em 3º lugar, fora que Gabriel foi contratado pra zaga e Kos parou de se machucar. Mas será que 6 meses de boa temporada é convincente pra confiar apenas nele numa temporada inteira? NÃO.
Coquelin precisa de um volante pra ele competir pela titularidade, pra evoluir mais e principalmente, pra nossa defesa não ficar na mão sem ele em campo. Infelizmente um nome bem cotado nessa janela já é carta fora do baralho. Schneiderlin será jogador do United. Mas tem outros volantes no mercado. Lars Bender, William Carvalho, Kovacic, Javi Martinez.
Nomes não faltam, nem grana, é só o Wenger querer.

9 de jul de 2015

Arsenal divulga lista dos que vão pra Ásia

Hoje o Arsenal escolheu 27 jogadores que vão para Cingapura, onde lá farão 2 jogos, contra Cingapura e Stoke ou Everton. As novidades ficam por conta dos jovens Dan Crowley (18), Alex Iwobi (19), Jeff Reine-Adelaide (17) e Chris Willock (17). Outros um pouco mais conhecidos como Akpom e Zelalem também integram essa lista. Do elenco principal, Petr Cech fará parte dessa lista. Özil também está na lista e pela primeira vez fará pré-temporada no Arsenal.
Nomes como Campbell, Sanogo e Wellington Silva ficaram de fora, deixando claro que eles não devem fazer parte dos planos do Arsenal. Acredito que Campbell será negociado e o Sanogão e o Wellington deverão ser novamente emprestados. Rosicky e Welbeck machucados não estão no elenco que vai pra ásia, também não fazem parte do elenco, Alexis e Ospina que serviram suas respectivas seleções na Copa América.
Abaixo a lista dos 27 jogadores que vão pra Cingapura:
Chuba Akpom
Mikel Arteta
Hector Bellerin
Santi Cazorla
Petr Cech
Calum Chambers
Francis Coquelin
Dan Crowley
Mathieu Debuchy
Mathieu Flamini
Gabriel
Kieran Gibbs
Olivier Giroud
Alex Iwobi
Laurent Koscielny
Emiliano Martinez
Per Mertesacker
Nacho Monreal
Alex Oxlade-Chamberlain
Mesut Özil
Aaron Ramsey
Jeff Reine-Adelaide
Wojciech Szczesny
Theo Walcott
Chris Willock
Jack Wilshere
Gedion Zelalem

7 de jul de 2015

Elenco se reapresenta

Uma boa parte do elenco principal voltou hoje aos trabalhos. Emprestados como Akpom, Sanogão e Wellington Silva também treinaram com o elenco. Uma novidade é que Bellerin passará a usar a camisa 24 que era do Diaby.
O recém-contratado Petr Cech não estava entre os jogadores que treinaram. É provável que até segunda-feira, todos exceto Alexis e Ospina já treinarão com o elenco e farão normalmente a pré-temporada com o clube, inclusive Mesut Özil que na sua 3º temporada no time, pela 1º vez participará da pré-temporada.
O nosso 1º jogo de pré-temporada será no dia 15 (quarta) contra um combinado de Cingapura ás 9h30, jogo válido pela Barclays Asia Trophy (torneio organizado pelo patrocinio da PL), em caso de vitória, disputaremos a final no sábado ás 9h30 contra o vencedor de Everton x Stoke City. Em caso de derrota, enfrentaremos o perdedor desse jogo.

17 de dez de 2014

Obrigado Henry

Ontem um dos maiores jogadores de todos os tempos, anunciou sua aposentadoria do futebol. Sim aos 37 anos, Thierry Henry resolveu parar e agora será comentarista da Sky Sports (principal emissora esportiva de TV da Inglaterra). Artilheiro, Incrível, Fantástico, Brilhante, Genial, tudo isso o descreve, o maior artilheiro da história do clube. Em 377 jogos, Henry balaçou as redes 228 vezes, com gols maravilhosos e muitos decisivos. Henry era o principal jogador do fantástico time campeão invicto em 2004, mas como a FIFA só dá a bola de ouro pra quem joga no Barcelona ou no Real Madrid, o Ronaldinho levou a bola de ouro só porque deu 3 chapéus num jogo do campeonato espanhol. Isso mostra a credibilidade que esse prêmio tem (ZERO).
Outra coisa, Henry jamais perdeu um North London Derby. Em 2011, Henry foi eternizado, ganhando uma estátua no lado de fora do Emirates, dias depois Henry voltava ao clube pra jogar por 6 semanas. Sua reestréia foi contra o Leeds United pela FA Cup, após começar no banco, Henry entrou e decidiu o jogo marcando o gol da vitória, talvez um dos mais importantes da carreira dele. O último gol foi no Stadium of Light diante do Sunderland, quando Henry fez o gol da vitória aos 45 do segundo tempo.
Pelo Arsenal, Henry conquistou 7 títulos no clube, faltando apenas a UCL (que ele conquistaria no Barcelona em 2009) que bateu na trave em 2006.
Obrigado Henry, pelos gols, vitórias e títulos que você deu ao Arsenal, pra mim foi melhor jogador que já vi.
Abaixo todos os gols de Henry pelo Arsenal

Arsenal 4-1 Newcastle + Arsenal x Monaco nas oitavas da UCL

No sábado o Arsenal goleou o Newcastle por 4 a 1 e agora está a dois pontos de entrar no G4.

O time começou tomante a iniciativa do jogo, partindo pra cima e pressionando o adversário. Mertesacker por pouco não abriu o placar após acertar uma cabeçada no travessão.

O gol então veio aos 15', quando Alexis cruzou após passe de Bellerín e Giroud subiu firme para testar e abrir o placar no Emirates. Minutos depois, Welbeck fez um belo gol só que o árbitro anulou injustamente, alegando que o camisa 23 havia puxado o lateral Janmaat.

O Newcastle por pouco não empatou graças a dois milagres seguidos que Szczesny fez. Foi a única boa chance dos visitantes na primeira etapa.

No segundo tempo o Arsenal voltou como havia feito no primeiro tempo. E novamente o gol não demorou a sair. Logo aos 9', o aniversariante do dia Cazorla recebeu um passe de Alexis, driblou Coloccini e tocou por cima do goleiro. Um golaço.

Logo em seguida o Arsenal fez o terceiro com Giroud. Bellerín foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para o francês tocar de trivela e ampliar a vantagem.

Os Magpies chegaram a descontar com Pérez, de cabeça, após cruzamento. Porém, já quase no final da partida, Welbeck é derrubado dentro da grande área e o árbitro marca pênalti. Cazorla, com direito a cavadinha, faz o segundo dele e o quarto do Arsenal.

Na próxima rodada o Arsenal irá até Anfield enfrentar o Liverpool.
Na segunda aconteceu o sorteio dos confrontos das oitavas da UCL. E dessa vez a sorte sorriu para nós. Iremos enfrentar o Monaco.

O Monaco foi o líder do grupo C, onde também tinham Leverkusen, Zenit e Benfica. Venceu três, empatou duas e perdeu apenas uma única vez.

O primeiro jogo será no dia 25 de fevereiro, numa quarta, no Emirates. Já o segundo será no dia 17 de março, uma terça, em Monaco.

4 de nov de 2014

Arsenal 3-3 Anderlecht: Se tivéssemos um técnico...

  • Teríamos mais duas Premier Leagues pelo menos. 2007-08 e 2013-14.
  • Teríamos oferecido 1 milhão a mais pro Real Madrid e teríamos o Higuaín como o centroavante do time.
  • O Ramsey não teria sido usado excessivamente e talvez não sofreria aquela grave lesão que o deixou afastado por 17 semanas.
  • Teríamos contratado bem em janeiro, pra ser campeão e não o Källström (reserva do Spartak Moscou).
  • Teria trazido um volante (melhor e jovem), pois o Arteta vem se arrastando nos últimos 18 meses e o Flamini não consegue dar conta do recado.
  • Teria trazido um ou dois zagueiros, ao invés de ficar sobrecarregando Mertesacker e Koscielny.
  • Não teria colocado seu melhor jogador no banco num Derby em casa.
Sobre o Koscielny tá com um problema no tendão e não tem previsão de retorno e aí temos que jogar com Monreal, que como lateral é seguro e é um ótimo reserva pro Gibbs, mas como zagueiro é uma piada. Ele não quer colocar o Chambers, pois acho que ele não quer "queimar" o Bellerin.
E essa temporada lembra muito a temporada 11-12, o time sofrendo em praticamente todos os jogos, a defesa sem proteção, levando gols bobos e na frente um jogador salvando a nossa pele.
Alexis tá jogando demais, hoje fez mais um gol com assinatura dele, mas por outro lado, Cazorla vem jogando muito mal e Welbeck voltou a ser aquele do United (que não consegue fazer gols).
Mais uma vez os árbitros UEFA foram uma vergonha, mas não é desculpa. Perder dois pontos para um time belga, é culpa de um time que relaxou quando fez 3 a 0 e de um Manager que não é nem sombra de quem um dia ele já foi. Classificar não deve ser problema, já que precisamos apenas de 1 ponto em 2 jogos, porém mais uma vez o time vai passar em segundo, o que significa enfrentar: Bayern, Real, PSG, Barcelona, Atlético da vida.
Se tivéssemos um técnico...

25 de out de 2014

Sunderland 0-2 Arsenal: A fragilidade deles decidiu a partida

No sábado passado, o Sunderland levou 8 a 0 do Southampton, a moral do time estava parecida com a moral do Brasil na Copa do Mundo, depois de levar 7 da Alemanha.
O Arsenal com 11 pontos em 8 jogos precisava se recuperar e o Sunderland era o adversário perfeito para vencer e convencer. A segunda parte não aconteceu, o time continua jogando mal e agora tem a incrível capacidade de desperdiçar contra-ataques de forma bizonha.
O primeiro gol saiu, após um belo passe do ex-Devil Wes Brown que foi recuar e deu a bola no pé do Alexis Sánchez, que saiu cara a cara com Mannone e tocou por cima do italiano.
Szczesny foi bem seguro o jogo inteiro, com excessão de uma jogada em que ele saiu de cabeça e quase levou o gol, a sorte é que o ex-Chelsea Patrick van Aanholt tem uma péssima pontaria.
Do outro lado, Ox matava todas as jogadas pela direita, fazendo alguma bobagem, Wenger só foi tirá-lo perto dos acréscimos. Cazorla era outro que tava mal, chutando duas bolas fora do estádio.
Porém, com 1 a 0 apenas e o jogo nos acréscimos, Mannone tratou de decidir o jogo. O nosso ex-goleiro, simplesmente fez uma lambança que só ele sabe fazer e aí novamente sobrou pro Alexis que definiu a vitória.
  • Walcott foi relacionado, após quase 10 meses inativo, mas Wenger optou por não colocá-lo em campo. Deve retornar no próximo sábado.
  • Gibbs saiu machucado, ainda não sabemos a gravidade da lesão. Bellerin acabou entrando pra jogar na LD e jogou muito bem.
  • Apesar de não ser um bom finalizador, Welbeck é muito participativo, ajudou muito a manter a bola com o time.
  • Koscielny com uma lesão no tendão, não tem previsão de retorno. Espero que Chambers jogue de zagueiro, porque Monreal na zaga, ninguém merece (Mas é muito melhor que o Wes Brown)
Agora o Arsenal terá folga no meio de semana, já que teremos Copa da Liga e o Arsenal já foi eliminado. Sábado ás 13h contra o Burnley em casa, simplesmente um time que ainda não venceu na Premier League. Obrigação dos 3 pontos e que o time faça uma atuação decente. 

18 de out de 2014

Arsenal 2-2 Hull City: A culpa é de quem?

Retirado de Jogos Arsenal FC

Hoje o Arsenal perdeu três importantes pontos ao empatar com o Hull City em 2 a 2. Com isso, o time soma 11 pontos em oito rodadas e ainda corre o risco de despencar na tabela caso Swansea e Liverpool vençam seus jogos.

O time começou impondo uma blitz no início do jogo. O gol porém não demorou a vir. Aos 13', Alexis fez bela jogada pela direta, limpou os marcadores e bateu cruzado rasteiro para abrir o placar.

Entretanto o gol dos visitantes veio quatro minutos depois. Após falha da defesa, Diamé foi entrando na grande área e tocou na saída de Szczesny. O detalhe do lance é que Diamé ainda puxou a camisa de Flamini no momento em que foi invadindo a grande área, mas o árbitro validou o gol.

A virada do Hull veio no início do segundo tempo. Com nem mesmo 1 minuto, Abel Hernández recebeu um cruzamento de Huddlestone e completou de cabeça após Mertesacker ficar paradão no lance.

O Arsenal então partiu pra cima. Pressão atrás de pressão mas o gol não saia. Mas já nos acréscimos, Welbeck tratou de empatar a partida tocando na saída do goleiro. No último minuto, Monreal ainda perdeu uma ótima chance após tentar pegar de primeira a bola.

Nosso próximo compromisso agora é contra o Anderlecht fora de casa na quarta-feira pela UCL, o jogo será ás 16h45 e terá transmissão da ESPN