31 de ago de 2013

Arsenal 2-0 Fenerbahce: Missão cumprida



Antes de qualquer coisa. Olá Gunners Fans, me chamo Pedro Alcino e a partir de hoje também colaborarei para o The Gunners Brasil. Não reparem muito nas minhas viagens, espero dar o melhor de mim para repassar a paixão de torcer pelo Arsenal.
 
Pois é galera, pelo menos em campo, as pratas da casa do Arsenal estão rendendo. Se a situação fora das quatro linhas está tensa pela falta de contratações de peso, pelos mimos do nosso querido Arsene Wenger e pela falta de títulos nos últimos anos... Rapaz, dentro de campo já é a terceira vitoria consecutiva dos Gunners que parecem que espantaram o mau agouro da estréia. Se contra o tímido Aston Villa perdemos por 3x1 de virada em pleno Emirates Stadium, nessa terça feira a equipe teve motivos de sobra para se redimir com a torcida e finalmente voltar a ganhar dentro de casa. Com a confiança da torcida renovada o Arsenal garimpa sem esforço a vaga para fase de grupos da Champions League.
Foi sem sufoco. Mesmo já tendo ganhado a partida anterior por 3 a 0 na Turquia, o Arsenal precisava agradar e não mediu esforços para repetir a dose e vencer diante de sua torcida. No começo, como já era de se esperar, o Fenerbahce foi pra cima, dominou a posse de bola no inicio da partida, mas, a equipe pouco ameaçava o gol de Szczesny, a não ser, com cruzamentos bobos para a área. O Arsenal demorou, e como demorou para emplacar, mas a festa turca não passou dos 20 minutos. Wilshere e Cazorla fizeram as honrarias da casa criando as melhores jogadas do Arsenal na partida, além dos inúmeros contra-ataques que deixaram a Zaga do Fenerbahce zonza. E ainda tinha ele, o meia galês Aaron Ramsey, o “Matador de Celebridades” resolveu matar as chances turcas no Emirates e garantiu logo a classificação do Arsenal com dois gols, um aos 24 minutos, quando se aproveitou de confusão na área adversária e tocou na saída de Volkan para abrir o placar, e outro aos 27 do segundo tempo, quando Monreal e Gibbs trocaram bons passes e recebeu em boas condições na área e bateu de primeira para balançar a rede de novo e ampliar o marcador.
É meu amigo, mas nem tudo são flores. Mesmo com toda essa facilidade, entre um gol e outro o Fenerbahce mandou duas bolas na trave com Emenike e Cristian ex-Corinthians e ainda na etapa complementar Lucas Podolski, que sentiu fisgada na coxa direita, deixou o campo de maca. Do lado do Arsenal, Giroud que está voando no ataque, recebeu uma bola no contra-ataque e chutou contra o gol de Volkan que foi obrigado a fazer belíssima defesa com as pontas dos dedos. 
· Em sumula o jogo serviu muito para dar moral à equipe dentro de casa. Depois daquele 3x1 que pegamos do Aston Villa, francamente, precisávamos.
· O Time também mostrou que está entrosado, vantagem que temos por manter o time original. Na saída de Podolski, por exemplo, Wenger liberou Cazorla que virou a peça-chave do Arsenal pela esquerda.
· Wilshere vinha fazendo partidas apagadas, mas contra os turcos jogou bem e até deu para esquecer que temos Arteta lesionado.
· A saída de Podolski machucado, assim como o estado de Arteta, também nos remete a outra péssima realidade que precisamos superar; as lesões. No jogo anterior contra o Fulham tivemos problemas parecidos.
· Szczesny, como todo goleiro do Arsenal que se preze, vêm fazendo boas atuações, mesmo sob desconfiança da torcida. Eu, particularmente, confio nele.
· A uma lenda que ronda Aaron Ramsey que diz que sempre que ele marca, morre alguém famoso. Osama Bin Laden, Steven Jobs, Gaddafi e Whitney Houston já foram vítimas da "maldição do galês", mas, pelo menos até agora não se sabe de nenhum “café com bolo” nas casas de nenhuma celebridade por aí...
· Só para ser chato mesmo, vamos lembrar que muito ainda precisa ser feito se quisermos sonhar com títulos esse ano, começando com as contratações que o Wenger não se cansa de nos negar. Em entrevista, Arsene se esquivou das reclamações e pediu a diretoria e a torcida que sugerisse nomes. A fala sério né meu chefe? Um mundo tão grande e você não têm sequer um nome? #CONTRATAWENGER
· Pra encerrar vamos lembrar que dia 1º tem clássico no Emirates. Torcedor do Arsenal que se preze, nem pense em perder esse jogão, Arsenal x Tottenham meio dia no horário de Brasília. Será que teremos galinhada no almoço minha gente?

Nenhum comentário:

Postar um comentário