31 de jan de 2014

O Deadline Day e a "ambição" do Wenger

Hoje foi o último dia de transferências no mercado de inverno na europa e algumas coisas aconteceram durante o dia. Mas ficou claro, a total falta de ambição ou inteligência do Wenger. Antes da opinião, vamos falar de quem chegou e dos que sairam.

Frimpong vai para o Barnsley em definitivo
Com raras chances no time titular, Frimpong se transferiu para o Barnsley, atualmente na penultima posição da segundona. Frimpong de 22 anos, havia sido emprestado anteriormente ao Wolverhampton e ao Fulham e nunca se mostrou ser um jogador capaz de jogar regularmente. No Arsenal, Frimpong teve dois momentos marcantes, ambos em 2011: O primeiro foi na derrota em casa para o Liverpool, quando Frimpong levou o segundo amarelo e foi expulso. Ao sair, caiu no choro, enquanto a torcida ao fundo o aplaudia. O segundo momento, foi na derrota para o City pela Copa da Liga, quando ao sair se desentendeu com Nasri e colocou o dedo na cara do mercenário que tinha saído recentemente do Arsenal.
Pelo twitter, Frimpong agradeceu ao Arsenal e desejou sorte ao time na luta pelo título.
Ao Frimpong, obrigado pelos serviços prestados ao Arsenal e boa sorte na sua sequência de carreira.

Park é emprestado ao Watford
Outro que estava encostado no time era Ju-Young Park, que no apagar das luzes foi emprestado ao Watford, também da segundona e time do Almunia. Park se junta a Bellerin como os emprestados para o time do Watford. Com UM gol em 2 anos e meio de clube, o atacante tentará fazer alguma coisa no Watford pra tentar uma vaga na seleção coreana.

Arsenal contrata Kim Källström
A única contratação do dia, foi o volante sueco Kim Källström de 31 anos, ele vem por empréstimo do Spartak Moscou, ele também já teve passagem pelo Lyon. Källström estava na RESERVA do Spartak e por conta da lesão de Ramsey e a suspensão de Flamini, Wenger resolveu trazê-lo para o Arsenal. Ele herdará a 29 que foi do CHAMAKH
Bem vindo ao Arsenal, Källström

Amigos, essa janela, sonhamos com Draxler, Lars Bender e um centroavante e no fim das contas, só veio um cara que não consegue ser titular no campeonato russo. Isso é palahaçada com o torcedor, ninguém aguenta mais essa seca de títulos, ninguém aguenta mais essas contratações bizarras que você faz (Bischoff, Silvestre, Squillaci, Park, André Santos, Sanogo, Chamakh, entre outros). É inaceitável ver isso acontecer e não estamos falando de um time pequeno ou um time de Championship. Isso é Arsenal, respeita esse clube, você não é maior que o clube, nunca será. A diretoria tem culpa também, ao não pressioná-lo. Temos dinheiro e ao invés de contratar um ou dois jogadores pra brigar com o City, pega um cara emprestado que o Spartak deve ter dado graças a Deus por ter se livrado e o pior o cara é reserva de um time que foi eliminado para o St. Gallen na Europa League. E até ontem eu estava pessimista se viria alguém e agora estou desanimado com o que veio. O Wenger não quis contratar o Draxler agora e isso pode custar caro, pois se ele arrebentar nos próximos meses e na Copa, todos os gigantes europeus vão atrás, sendo que eles tem mais dinheiro que o Arsenal.
Resta a nós torcedores, rezar pra que consigamos o título, pois o Wenger ajudou os rivais com essa atuação ridicula no mercado de inverno.

2 comentários:

  1. Sinceramente, pra mim não veio ninguém nessa janela. Wenger acha que um reserva de um time mediano da Rússia vai dar certo no Arsenal? Até meu primo de 6 anos sabe que não. Outra coisa, bem que o véio podia ter ido atrás do Mitroglou né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tinha o Banega que é muito melhor e tava dando sopa e acabou indo pro Newell's Old Boys. Faltou vontade pro Wenger.

      Excluir