2 de fev de 2014

The Ox 2-0 Crystal Palace

Após um primeiro tempo bem sonolento, o Arsenal voltou mais acesso no segundo e com dois gols do Chamberlain garantiu a 17º vitória na Premier League e momentaneamente a volta a liderança.
O jogo de hoje lembrou muito o primeiro turno, com o Arsenal tomando a iniciativa, dominando a posse e criando muito pouco. Apenas em dois lances goleiro Speroni foi exigido, sendo obrigado a fazer duas grandes defesas. O Palace também cometia muitas faltas, natural para um time que é treinado pelo Tony Pulis que quase transformou o Stoke em time de Rugby. O que batia mais era o volante australiano Jedinak. O que foi mais interessante do que o jogo no primeiro tempo, foi a torcida do Crystal Palace que deu um show a parte, pulando e cantando o jogo, lembrando muito as torcidas alemãs e o Wenger que finalmente conseguiu fechar o ziper.
No segundo tempo, como no primeiro turno, o Arsenal abriu o placar antes dos 5 minutos, passe espetacular do Cazorla para Chamberlain que toca por cima de Speroni. O Arsenal passou a administrar, mas relaxando e chegou a correr riscos de levar o empate, em um dos riscos Szczesny fez uma grande defesa. Wenger resolveu mudar o time, tirando Podolski que teve uma atuação bem apagada e colocou Rosicky, o tcheco participou da triângulação com Cazorla e Chamberlain, o camisa 15 levou a bola até a entrada da área e bateu no canto, marcando um belíssimo gol. Daí pra frente foi só esperar o apito final.
  •  Os dois gols do Chamberlain foram os primeiros dele na temporada, on último dele na Premier League foi contra o Newcastle dia 29 de dezembro, quando vencemos por 7 a 3.
  • O jogo de hoje marcou a volta do Chamakh ao Emirates e por incrivel que pareça o Chamakh tava na armação do time, que não é a dele. Quando foi substituido foi aplaudido pelas duas torcidas.
  • Na entrevista, Wenger disse que conhecia bem o Källström e por isso o contratou. Argumento ridículo.
  • Se por um lado título da Premier League é muito difícil, por outro mais um St. Totteringham's Day e terminar a frente do United parece ser questão de tempo. Atualmente estamos 11 pontos á frente das galinhas e 15 na frente do time do Judas, sendo que daqui a 10 dias tem o confronto direto, que pode nos colocar 18 pontos na frente.
  • Vale destacar: Ontem o Frimpong fez sua estréia no Barnsley e conseguiu ser expulso em 30 minutos. Precisa de mais?
  • Amanhã City x Chelsea se enfrentam em Manchester, um tropeço do City mantém o Arsenal na liderança.
Agora começa uma maratona de jogos grandes, jogos em que nosso time e elenco serão testados e se temos capacidade de brigar por títulos. (Liverpool, Manchester United, Liverpool e Bayern).
O primeiro desses jogos é sábado em Anfield contra o Liverpool com transmissão do Fox Sports, jogo durissimo pois a dupla Suárez e Sturridge marca em quase todos os jogos, mas temos que entrar com a mesma vontade e mesma disposição do primeiro turno, quando o atropelamos no Emirates.

Nenhum comentário:

Postar um comentário