30 de dez de 2013

Retrospectiva: Arsenal 2013 - Parte 1

Contratação de Nacho Monreal
Com Gibbs lesionado e André Santos mal, o Arsenal teve que ir atrás de um lateral esquerdo e buscou o espanhol Nacho Monreal. Monreal veio do Málaga e por alguns jogos, jogou na esquerda e por sinal fazendo bons jogos. Dias depois da contratação de Monreal, André Santos foi emprestado para o Grêmio.

Eliminação da FA Cup, derrotas para Bayern e Tottenham
No dia 16 de fevereiro, o Arsenal recebeu o Blackburn em casa pela FA Cup, tinha tudo para ser um jogo tranquilo, afinal na temporada anterior, o Blackburn havia sido rebaixado e o Arsenal havia ganhado em casa de 7 a 1. Porém, o Arsenal foi completamente preguiçoso na partida e acabou castigado com um gol de Kazim-Richards. O pior é que 3 dias depois enfrentaríamos o Bayern em casa, pela UCL. Na véspera da partida, Wenger irritado discutiu com os jornalistas. No jogo fomos completamente dominados pelos bávaros e sem dificuldades o Bayern venceu por 3 a 1. Cazorla amenizou um pouco a fase ruim, ao marcar dois gols na vitória por 2 a 1 diante do Aston Villa. Porém na rodada seguinte era North London Derby. O jogo estava estudado, até que Sigurdsson deu um passe para Bale que cara a cara com Szczesny fez 1 a 0. Mal havíamos tomado o primeiro e tomamos o segundo, a zaga olhou e dessa vez Lennon saiu cara a cara, porém Lennon driblou Szczesny. Pra quem não viu, Vermaelen parou e ficou olhando de forma absurda. De cabeça Mertesacker descontou, no fim até o Szczesny foi pra área pra tentar o empate, mas não conseguiu. O Arsenal perdia o clássico e ficava a 7 pontos do Tottenham á 10 rodadas do fim do campeonato. O time parecia não ter mais forças.

Vitória contra o Bayern
10 dias após a derrota no North London Derby, o Arsenal voltava a campo, porém era no Allianz Arena contra o Bayern, local onde o Bayern nunca havia perdido para um time inglês lá. O Arsenal precisa vencer por 3 gols de diferença. Nesse jogo, Wenger barrou Szczesny e Vermaelen. Em 3 minutos, ótimo trama do Arsenal, Ramsey avança pelo meio, passa para Rosicky que abre o jogo com Walcott que cruza rasteiro pra Giroud que abre o placar. O Bayern pouco criou e em um dos poucos ataques dos bávaros, Fabianski fez uma bela defesa. Aos 40 da segunda etapa, Cazorla cobra escanteio e Koscielny de cabeça faz 2 a 0. Só faltava um gol para o milagre, porém o Arsenal não teve forças para chegar a esse gol. A derrota serviu pra acordar o Bayern que acabou campeão da europa, eliminando a Juventus com duas vitórias, atropelando o Barcelona com 7 a 0 no agregado e vencendo o Dortmund na final por 2 a 1.

A arrancada para a UCL
A vitória em Munique serviu para dar a moral que precisávamos para voltar a briga, porém o primeiro desafio era o Swansea em gales, o time de Laudrup vinha embalado pois acabara de ser campeão da Capital One Cup. Aos 33, Cazorla toca pra trás e Monreal faz 1 a 0. Nos acréscimos, Ramsey puxa contra-ataque e toca pra Gervinho sacramentar a vitória, o Tottenham começava a pipocar. Na rodada seguinte goleada tranquila contra o Reading por 4 a 1. Com dois gols de Rosicky o Arsenal vencia o West Bromwich. Contra o Norwich, um jogo nervoso e dificil, no começo da segunda etapa, Turner de cabeça bota os visitantes na frente, o árbitro do jogo começa a prejudicar o Arsenal, irritando os jogaodores e a torcida, aos 40, porém ele dá pênalti de Tettey em Giroud, Arteta bate e empata. Porém só a vitória interessava. Chamberlain faz bela jogada pela esquerda com Podolski e cruza rasteiro, Giroud divide com Bassong e vira o jogo para o Arsenal. Nos acréscimos, Podolski num belo chute garante a vitória. Contra o Everton porém um empate sem gols. De cabeça Mertesacker garante a vitória contra o Fulham no Craven Cottage.
A rodada seguinte reservava, o reencontro de van Persie e o Emirates Stadium, o holandês acabara de ser campeão com os Red Devils e por isso os jogadores do Arsenal tiveram que fazer o corredor de aplausos chamado, Guard of Honour. No primeiro toque de van Persie na bola, a torcida o vaiou intensamente, tanto que ele errou o passe, Mertesacker que passou para Cazorla, que tocou pra Rosicky que abriu para Walcott livre e impedido, Théo não desperdiçou fazendo 1 a 0 no Emirates. O Arsenal teve chances de fazer mais, porém o United era perigoso, principalmente pelo seu lado esquerdo, Nani cruzou e van Persie cabeceou, com o rosto Szczesny fez um milagre. Porém, um erro individual custou caro, Sagna demorou a passar a bola e ficou apertado, sem saída tentou recuar a bola pra zaga, mas recuou fraco, esperto van Persie pegou a bola e o próprio Sagna cometeu pênalti, van Persie bateu e fez. O Arsenal tentou na segunda etapa, porém acabou não conseguindo a vitória. Na rodada seguinte, Walcott garantiu a vitória em 20 segundos de jogo, contra o QPR. Em casa contra o campeão da FA Cup Wigan, o Arsenal goleou por 4 a 1 e ainda rebaixou os Latics. Na rodada final, após um primeiro tempo chato, Koscielny desviou para o gol, após falta cobrada por Walcott, no fim Bale fez 1 a 0 Tottenham contra o Sunderland, dando emoção ao jogo do Arsenal, mas o Arsenal assegurou a vitória, a vaga na UCL e mais um ano de St.Totteringham's Day.

Nenhum comentário:

Postar um comentário